Home / Saúde / Saúde de Douradina adia vacinação de rotina para crianças

Saúde de Douradina adia vacinação de rotina para crianças

A Secretaria Municipal de Saúde comunica à população que será adiada a vacinação de rotina no Sistema Único de Saúde durante a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. A decisão acontece em atendimento à recomendação do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde e Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis.

Conforme a orientação da Secretaria em Vigilância, o adiamento da vacinação de rotina se faz necessário devido a emergência em saúde pública pelo coronavírus, vivenciada em todo país e no mundo.

A imunização da Influenza A prevê vacinação do grupo prioritário de idosos acima de 60 anos e trabalhadores do setor de saúde na primeira fase.

A 22ª campanha nacional de vacinação contra a gripe foi antecipada pelo Ministério da Saúde por conta do avanço do novo coronavírus. Apesar da vacina não prevenir contra o novo vírus, ela protege o grupo de risco da influenza, o que elimina sintomas que complicam o diagnóstico da Covid-19.

A medida preventiva objetiva reduzir o contato dos idosos e crianças, já que estas são importantes transmissores e disseminadores das doenças respiratórias.

Assim, a recomendação é que pais e responsáveis por crianças aguardem o término desta fase e, a partir do dia 16 de abril, voltem às unidades de saúde para realizar a vacinação de rotina. Esta medida, se estende também para população adulta, contemplada no calendário nacional de vacinação. Contudo, para Estados com circulação ativa do vírus de sarampo e febre amarela, é recomendada a continuidade da vacinação para as duas doenças, e que estas estratégias ocorram de forma planejada afim de evitar concentração de pessoas.

Sobre Flávio Narcizo

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura Municipal de Douradina

Verificar também

Prefeitura prorroga decreto com medidas restritivas para enfrentamento do coronavírus

A Prefeitura de Douradina publicou nesta segunda-feira (01 de junho) um novo decreto em que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *