Home / Sem Categoria / Após casos suspeitos, indígenas interditam entradas na Aldeia Panambi/Lagoa Rica

Após casos suspeitos, indígenas interditam entradas na Aldeia Panambi/Lagoa Rica

Após a informação de que um casal de indígenas da Aldeia Panambi/Lagoa Rica está com suspeita de coronavírus, indígenas interditaram as três entradas da comunidade em Douradina.

A decisão foi tomada pela liderança da aldeia, nas pessoas do capitão Olisório e o vice Dorvalino, em comum acordo com a Funai (Fundação Nacional do Índio). Conforme a liderança, a medida  tem por objetivo proibir a entrada de pessoas não residentes na comunidade, diminuindo assim as chances de propagação da covid-19 na reserva.

Segundo o capitão Olisório, só serão permitida a entrada de veículos e profissionais da área da Saúde e Segurança. “Só está liberada a entrada de ambulâncias, profissionais da Saúde e da Polícia Militar, que são serviços urgentes”, afirmou. Ainda conforme Olisório, a medida se estenderá “até que a situação volte ao normal”.

Casos suspeitos na Aldeia – conforme noticiado nesta manhã, um casal de indígenas da Aldeia Panambi estão como casos suspeitos de coronavírus. Um homem de 35 anos e a mulher de 39, trabalhadores em uma empresa do ramo de alimentos em Dourados, aguardam resultados dos exames realizado no Hospital da Missão em Dourados. Eles possivelmente tiveram contato com colegas de trabalho que posteriormente testaram positivo ao coronavírus. Além deles, outras duas mulheres, uma de 27 e outra de 34 anos, estão como casos suspeitos da doença.

Sobre Flávio Narcizo

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura Municipal de Douradina

Verificar também

Decreto torna obrigatório o uso de máscaras e estabelece toque de recolher em Douradina

Novo decreto municipal traz novas medidas restritivas de enfrentamento ao coronavírus em Douradina. Conforme o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *